Coopérnico assinala Dia Mundial da Energia com financiamento recorde em 2 horas

No dia Nacional da Energia, a Coopérnico - Cooperativa de Energias Renováveis - lançou a primeira campanha de 2020 para o financiamento de uma nova central fotovoltaica. Em apenas duas horas, e com a participação dos seus membros, a Cooperativa conseguiu o financiamento total daquela que será a quarta central fotovoltaica no concelho de Mangualde.

2022-10-22
A Coopérnico cooperativa que promove o consumo de energia sustentável e a produção descentralizada de energia, guardou o primeiro projeto de 2020 para ser lançado no dia 29 de maio, Dia Mundial da Energia. Trata-se de uma central fotovoltaica de 173,8 kW que irá produzir 250480 kWh por ano, o equivalente ao consumo de 96 famílias, e que vai evitar a emissão de 163 toneladas de dióxido de carbono por ano.

O investimento necessário de 105.000 € foi fechado em pouco mais de 2 horas, numa demonstração do interesse crescente por projetos de cariz sustentável, nomeadamente na área dos painéis fotovoltaicos. O investimento médio por parte de cada membro foi de 3000€. 

O projeto em causa vai ajudar a Adega Cooperativa de Mangualde a melhorar a sua resiliência financeira, baixando os seus custos de energia, ao mesmo tempo que contribui para a diminuição da pegada ecológica desta Adega Cooperativa. Fundada em 1963 na região do Dão, a Adega Cooperativa conta com um centro de vinificação moderno com capacidade para vinificar 6000 toneladas de uvas e está equipada com tecnologia enológica de topo, tendo apostado na criação do Centro Interpretativo da Vinha e do Vinho para fomentar a cultura vitivinícola, da vinha ao vinho.

Esta é a quarta central fotovoltaica da Coopérnico no concelho de Mangualde. Em conjunto, as centrais fotovoltaicas da Coopérnico neste concelho produzem energia renovável para 192 famílias.

Nuno Brito Jorge, presidente da Direção da Coopérnico diz que "Portugal é um país muito atrativo para a energia solar. O sol visita-nos mais de 250 dias por ano e o investimento nos equipamentos é por isso compensado rapidamente. Para os investidores o risco do investimento é, pelo mesmo motivo, muito reduzido. Acresce também que neste caso toda a eletricidade produzida é vendida à Rede Elétrica de Serviço Público (RESP) e os rendimentos partilhados com os investidores em formato de juro e devolução do capital pelo empréstimo realizado", explica o presidente da Direção da Coopérnico, Nuno Brito Jorge.

A Coopérnico é uma cooperativa que promove o consumo sustentável de energia e a produção descentralizada de energia, contribuindo para a menor necessidade de utilização de redes elétricas e, portanto, menos desperdício de energia no transporte. Neste momento tem cerca de 1643 membros, 1,75 M€ investidos em produção de energia renovável e 1 971kW de potência instalada em 28 centrais fotovoltaicas espalhadas por todo o país.

Ler Mais

  • Compra de excedentes de UPAC

    FORMULÁRIO PARA VENDER A SUA ENERGIAA compra do excedente será feita a preço indexado, cuja fórm...

    2024-04-29Notícias